ATO PUBLICO Patricia Armada

ato público | PATRICIA ARMADA

Defesa de Dissertação do Mestrado Integrado em Arquitetura e Urbanismo
29.abril.2021 | 17h00 | videoconferência . zoom

 

A Defesa de Dissertação de Patricia Armada, Espazos sen Memoria. A Arquitectura e os Asentamentos Xudeu-Conversos en Galiza, realiza-se dia 29 de abril, pelas 17h00 por videoconferência.
Júri da Prova – Prof. Doutor Gilberto Carlos, Prof.ª Doutora María Concepción Carreiro Otero, Prof.ª Doutora Mariana Correia, Prof.ª Doutora Ana Lima
Resumo:
A cultura judaica é caracterizada por ter uma identidade muito acentuada e estritamente regida por preceitos religiosos. A experiência da diáspora e a condição de minoria, levaram o povo judeu a lutar para que sua identidade prevalecesse, apesar da repressão. Essa resistência e a forte adesão à sua religião, vão condicionar os diferentes espaços por onde passou a sua vida, o que leva a considerar a possibilidade de que haja uma singularidade que caracteriza a sua arquitetura e urbanismo.
A escassez de documentação referente à comunidade judaica convertida na Galiza, bem como a falta de investigação nesta área, do ponto de vista arquitetónico, condicionam a constituição de uma base bibliográfica. Por outro lado, os poucos vestígios que permanecem são na sua maioria desvalorizados, e encontram-se em mau estado de conservação e sem estarem inventariados, o que dificulta a pesquisa por características urbanísticas e arquitetónicas únicas da cultura judaica.
Esta dissertação nasceu com o objetivo de contribuir com conhecimentos para uma área ainda pouco estudada da arquitetura e urbanismo galegos. O objetivo é identificar a forma e a estrutura particular dos assentamentos urbanos judeus conversos, além de diferenciar os elementos arquitetónicos da casa judaica-conversa.
A metodologia que estrutura esta pesquisa baseia-se no método histórico. Este é composto por pesquisas documentais cujas informações são de fontes escritas e não escritas, realizando-se através da seleção de dados fornecidos por diversas entrevistas exploratórias e semiestruturadas. Uma observação direta dos locais também é realizada com o apoio de duas técnicas: fotografia e notas de campo. Foi também realizada análise urbana e análise arquitetónica, e posteriormente análise comparativa. Será na última parte onde todos os resultados do trabalho serão expostos após observação e interpretação.
Apesar das dificuldades encontradas neste campo de estudo, foi possível identificar padrões urbanos característicos, definindo que os assentamentos urbanos de bairros judeus na Galiza, tendem a estar localizados ao redor de uma rua principal, perto dos muros e seus portões, bem como centros de poder. Além disso, a malha urbana ainda permanece hoje relacionadas com a existência dos assentamentos judaicos, caracterizada por ruas sinuosas e estreitas, com acesso limitado e que passam intencionalmente despercebidas. Por outro lado, será necessário inventariar mais estruturas, elementos e símbolos arquitetónicos únicos. Serão necessários estudos mais profundos para que esta herança não desapareça.
Orientadores. Prof.ª Doutora Mariana Correia, Prof.ª Doutora Goreti Sousa.
* Não é permitido filmar ou gravar a sessão, nem a utilização do sistema de chat. A assistência das provas públicas deve manter o microfone e o vídeo desligados durante toda a sessão, com a exceção do Candidato e dos membros do júri.