ATO-PÚBLICO_Estefano-Lima

ato público | ESTÉFANO GOMES MATOS LIMA

Defesa de Dissertação do Mestrado Integrado em Arquitetura e Urbanismo
27.abril.2021 | 14h00 | videoconferência . zoom

 

A Defesa de Dissertação de Estéfano Gomes Matos Lima, A domótica na otimização da habitação NZEB, realiza-se dia 27 de abril, pelas 14h00 por videoconferência.
Júri da Prova – Prof.ª Doutora Mariana CorreiaProf. Doutor Gonçalo Castros Henriques, Prof. Esp. Luís Paulo Pacheco, Prof. Doutor Rui Florentino.
Resumo:
Num mundo em constante evolução todos os elementos da vida do ser humano evoluem com ele. Portanto, porque é que a arquitetura não pode acompanhar a progressão tecnológica de que somos responsáveis?
Com a entrada em vigor de nova legislação relativa a nZEB é exigido da arquitetura uma maior eficiência energética, de modo que a tecnologia pode representar um avanço importante neste aspeto. Esta facilita o processo para uma arquitetura mais eficiente e que respeita o meio ambiente, sendo este o objetivo de nZEB.
A domótica não é associada tradicionalmente com o estudo da arquitetura. No entanto, com a possibilidade de elevar a qualidade de um projeto, deve ser encarada com seriedade e fazer parte do estojo de ferramentas do arquiteto. É assim necessário entender o conceito de nZEB, sendo este o alvo da aplicação da domótica, compreendendo o seu funcionamento básico como ferramenta de grande importância, se um dia esperamos uma cooperação harmoniosa entre estas duas áreas.
Neste sentido, o principal objetivo da investigação é proporcionar o conhecimento necessário sobre ambos aspetos. Permitindo assim entender nZEB e os seus requisitos e possibilidades, bem como compreender a função da domótica como ferramenta para o arquiteto, elaborando para isso uma catalogação que funcionará como uma possível ferramenta de trabalho.
Metodologicamente, trata-se de uma investigação de estudos de caso, do tipo descritiva e documental. Desenvolvendo-se em cinco partes, a primeira das quais introduz a problemática, contextualiza e justifica a investigação, assim como define os seus objetivos e a metodologia (parte 1); a fundamentação teórica, na qual se estabelece uma base literária sobre nZEB, analisa informação de relevância na legislação portuguesa. Continua com o papel da domótica na otimização energética, entendendo ainda o funcionamento de um protocolo de domótica (parte 2); de seguida a investigação de dois casos de estudo pertinentes que permitem quantificar a eficiência energética de um nZEB em associação com a domótica (parte 3); estabelece-se desta forma uma base para se desenvolver uma catalogação como ferramenta de trabalho pertinente para a arquitetura (parte 4); faculta-se assim, todas as informações necessárias para as considerações finais e que permitem retirar conclusões desta investigação e catalogação (parte 5).
Reflete-se por isso a importância de uma catalogação de domótica que se articulará com o objetivo principal de nZEB. Esta permitirá conhecer dispositivos relevantes para a arquitetura, no sentido em que podem ser utilizados de modo operativo no projeto de arquitetura não só́ para tornar o uso dos edifícios mais confortável para o utilizador, mas sobretudo permitirão um ganho significativo em direção ao aumento da eficiência energética de nZEB.
Orientadores. Prof.ª Doutora Ana LimaProf. Esp. Luís Paulo Pacheco.
* Não é permitido filmar ou gravar a sessão, nem a utilização do sistema de chat. A assistência das provas públicas deve manter o microfone e o vídeo desligados durante toda a sessão, com a exceção do Candidato e dos membros do júri.