Código
AM26A

Unidade Curricular
Museologia Contemporânea (Opt5)

Área Científica
HEA

Periodicidade
Semestral

Semestre
4º semestre

Horas Totais
84

Horas de Contato
36

Tipologia
Teórico-Prática

ECTS
3


Objetivos de Aprendizagem
Sensibilizar para as transformações históricas do museu.
Capacitar para a análise e avaliação do campo de estudo, processos de gestão/organização/conservação/manutenção, funções dos agentes no museu, aspetos formais;
Desenvolver competências para a atividade de gestão/organização no museu, sensibilizando para: i) estrutura/organização, tipos de projetos museológicos e curadorias; ii) articulação de meios/tecnologias com outros campos do conhecimento, iii) potencialidades comunicativas de exposições; iv) públicos e problemáticas de receção, v) relações interinstitucionais;
Conhecer práticas de curadoria contemporânea sensibilizando para (iniciação): i) recursos, técnicas, exigências, projeto; ii) relações entre objetos e espaço/contexto; iii) intervenção em contextos formais e informais; iv) desenvolvimento de sistemas de organização; v) capacidade de planificar, viabilizar, preservar, comunicar, e documentar o projeto de curadoria no âmbito da museologia contemporânea.

Conteúdos Programáticos
Transformações: do colecionismo passivo ao espaço inclusivo – interpretação, formação, desenvolvimento;
Análise, avaliação e dinâmicas principais: filosofia e políticas, recolha/descrição/classificação/conservação/manutenção/estudo/apresentação de objetos/serviços educativos;
Gestão/organização: logística, recursos, papéis de agentes, níveis estratégico, tático, operativo: i) administração, produção, mediação, outros;
Coleções e exposições permanentes, temporárias: i) recursos, estratégias, âmbitos/espaços/lugares/contextos/cultura(s); ii) objetos, contextos, modos de apresentação;
Públicos e relações interinstitucionais: níveis diferenciados de interpretação; serviços educativos, contatos/protocolos.
Iniciação à curadoria: i) preparação, investigação, considerações de ordem diversa (temas/objetos/contextos/produção/curadoria e autoria/receção), maqueta e dossier;
Comunicação e arquivo: identidade/imagem, meios de informação, documentação, catalogação e arquivo.

Metodologia de Ensino
Aulas de perfil teórico-prático, análise de texto e imagem/gráfico/desenho e outros documentos como vídeo – elementos exemplificativos de vários tipo de gestão/organização em contexto museológico, assim como diversos modelos de curadoria contemporânea. Estimula-se o contato direto com o contexto e agentes reais (tanto e quando possível em contexto de aula, assim como no terreno, nomeadamente através de visitas de estudo a museus e exposições curadas).

Método de Avaliação
Nesta UC, a avaliação é contínua, estabelecendo-se do seguinte modo:
análise individualizada de textos e resumos críticos sobre a) as mudanças históricas do museu e, b) gestão/organização de museus (20%);
proposta e organização por grupos de uma proposta/projeto de curadoria em contexto museológico (35%);
defesa final do projeto (em contexto simulado ou real) (35%);
participação e assiduidade (10%).

Bibliografia
Alonso, L. & Garcia, I. (2010). Diseño de Exposiciones. Concepto, instalación y montage. Madrid: Alianza Forma.
Andrade, J. F. D. (2008). O museu na era da comunicação online. Universidade do Minho: Instituto de Ciências Sociais. Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação, Área de Especialização em Publicidade & Relações Públicas. (Recuperado de: repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/9524/1/Tese%20de%20Juliana%20Filipa%20Dias%20Andrade.pdf).
Barker, E. (1999). Contemporary cultures of display. London: Yale University.
Montaner, J. M. (2003). Museus para o século XXI. Barcelona: Gustavo Gili.
Montaner, J. M. (1990). Nuevos museos: Espacios para el arte y la cultura. Barcelona: Gustavo Gili.
Obrist, H. U. (2009). A Brief History of Curating. Zúrich: JRP|Ringier y Les Presses du réel.
Pérez, M. (Coord.) (1992). Fundação de Serralves: Um museu português. Porto: Fundação de Serralves.