Código
AM10

Unidade Curricular
Filosofias e Teorias da Arte

Área Científica
BLA

Periodicidade
Semestral

Semestre
2º semestre

Horas Totais
84

Horas de Contato
36

Tipologia
Teórica

ECTS
3


Objetivos de Aprendizagem
Interpretar diversos exemplos daquilo a que chamamos arte, procurando situá-la e enunciar quais as suas eventuais finalidades/necessidades – hoje e, ao longo da história, gerando entendimento especulativo do que é arte, questionando sobre o carácter atemporal da questão;
Conhecer as principais famílias de teorias da arte;
Desenvolver uma capacidade de análise reflexiva e especulativa sobre as várias temáticas ligadas à arte, nelas se incluindo o pensamento filosófico desde a antiguidade até às reflexões estéticas pós-modernas e no presente;
Compreender processos teóricos/práticos/agentes/funções/disfunções na legitimação da obra no sistema da arte;
Conhecer a arte no âmbito da complexidade do conhecimento, evidenciando códigos teóricos sobre uma visão de cultura aberta, dinâmica, transversal e afetiva;
Articular conceitos pela expressão verbal, escrita, evidenciando-o em comunicação/debate/seleção de informação, em trabalho de pesquisa e teste escrito.

Conteúdos Programáticos
O que é Arte, quando nasce?
Qual a finalidade/necessidade da arte hoje e, ao longo da história da humanidade?
Das principais famílias de teorias da arte: fenomenologia da arte, psicologia da arte, sociologia da arte, formalismo e análise estrutural, outras emergentes;
Das teorias da arte na antiguidade, renascimento, classicismo, romantismo, filosofia estética alemã e seus herdeiros, teorias marxistas e psicanalíticas, as reflexões estéticas da pós-modernidade;
Da legitimação da obra no sistema da arte (contemporânea): os diversos agentes e papéis, com relevo do crítico/teórico, do artista/operador, e dos agentes híbridos;
Da arte no âmbito da complexidade do conhecimento – a visão de cultura aberta, dinâmica, transversal e afetiva.
Da comunicação e fundamentação da obra: debates que se focalizam em questões com potencial interesse transversal vinculadas aos referidos conteúdos.

Metodologia de Ensino
Aulas que assentam na transmissão de conhecimentos teóricos, através da análise e leitura de textos, visionamento de imagens, obras reais, documentários e outros exemplos com recurso a meios de projeção e através de visitas de estudo. Incita-se à participação dos estudantes em sessões de debate. Aulas de índole teórica, onde se explora o conhecimento (da filosofia e teorias da arte), na procura de relevar a capacidade do estudante na análise crítica de informação, assim como a sua capacidade discursiva/teórica no encalce da fundamentação de obras.

Método de Avaliação
Avaliação contínua:
– teste escrito, incidindo sobre as matérias sumariadas até ao momento da sua realização (40%);
– trabalho de investigação sobre um tema relevante no âmbito da UC (40%).
Os fatores de ponderação na avaliação serão a demonstração de compreensão e articulação de conceitos, capacidade de expressão escrita clara e objetiva assim como a honestidade académica.
– Participação/intervenções pertinentes nos debates e assiduidade (20%).

Bibliografia
Arnheim, R. (1980). Arte & percepção visual: uma psicologia da visão criadora. Austrália : Thomson.
Carrol, N. (2010). Filosofia da arte. Lisboa: Texto & Grafia.

Calabrese, O. (1997). Como se lê uma obra de arte. Lisboa: Edições 70.
Chalumeau, J. (2009). As teorias da Arte. Lisboa: Piaget.
Fisher, E. (1959). A necessidade da arte. Lisboa: Ulisseia.
Grassi, E. (n. d.). A necessidade da arte. Lisboa: Livros do Brasil.
MODO, Grupo de investigación (2012). ARTE: DICCIONARIO ILUSTRADO (Vídeo de Apresentação). Disponível online em: http://baliza.uvigo.es/clouds/videos/?gru=11 (acedido em 12.11.2015)
MODO, Grupo de investigación (2012). MANIFIESTO IBÉRICO SOBRE LA NECESIDAD DEL ARTE. Disponível online em: http://baliza.uvigo.es/clouds/videos/?gru=11 (acedido em 12.11.2015)