Código
A49

Unidade Curricular
Gestão e Planeamento de Projecto e Obra

Área Científica
TEC

Periodicidade
Semestral

Semestre
9º semestre

Horas Totais
308

Horas de Contato
80/ 160

Tipologia
Teórica/ Práticas Laboratoriais

ECTS
11


Resumo
Desenvolvimento de procedimentos fundamentais no processo de planeamento, gestão e monitorização de projeto e obra. Consolidação de práticas laboratoriais em contexto laboral, experimentando – em ambiente profissionalizante – os mecanismos e princípios estruturadores da gestão e planeamento de projeto e obra. A prática laboratorial acontece em gabinete de projeto (acompanhado de participação na gestão e planeamento de obra), ou participação em missão internacional, no âmbito de protocolo de cooperação com a ESG, ou realização de estágio com colaboração ativa em projeto de investigação.

Objetivos de Aprendizagem
Completar a formação do estudante, transmitindo-lhe conhecimentos que o habilitarão a compreender a vida profissional do arquiteto e o prepararão para os normais procedimentos nos processos de planeamento, coordenação, gestão e monitorização do projeto e da obra. Compreender as dinâmicas e as sinergias de trabalho em contexto real; desenvolver a capacidade de comunicação técnica e de promoção do adequado relacionamento profissional. Transmitir ao aluno conhecimentos práticos da profissão, criando condições de uma fácil integração no mercado profissional, nas novas exigências da legislação sobre responsabilidade dos projetistas e no acompanhamento e coordenação da obra. Alertar o discente para a importância do planeamento como atividade fundamental na gestão de obra. Incutir no discente a relação e interdependência das atividades necessárias à realização da obra com o prazo de execução. Analisar a importância e gravidade dos problemas inerentes a uma defeituosa gestão e planeamento. Derrapagem de prazos e de custos.

Conteúdos Programáticos
Arquitetura: áreas profissionais, interligações com outras atividades técnicas e profissionais. O papel cultural e social do arquiteto e da sua obra. Coordenação do trabalho em gabinete ou em equipa. Coordenação dos projetos de especialidades. Cálculo de honorários. Contratos. Diferentes tipos e fases do projeto. Normas sobre gestão e coordenação de um projeto e da obra. Enquadramento legal do projeto. Projeto de execução e preparação/organização de obra. Concursos de empreitadas; análise de propostas e adjudicações; Tipos de concursos e concursos públicos. O encerramento da obra. Ordenamento do território e urbanismo.

Metodologia de Ensino
As metodologias aplicadas na presente UC estão estruturadas da seguinte forma: i) Apresentação teórica de conteúdos programáticos; ii) Execução de trabalhos práticos; iii) Informatização plena da produção de trabalhos, partilha de conteúdos, recursos pedagógicos (documentos de apoio, links) e envio de trabalhos; iv) Convite a especialistas para participarem em algumas sessões teóricas e de apoio ao trabalho prático; v) Autoavaliação e avaliação por pares; vi) Ensaio de prática pré-profissional.

Método de Avaliação
O docente afere, aula a aula, o envolvimento e compromisso do estudante para a UC, verificando a progressão da aprendizagem e os níveis de aquisição de conhecimentos que os estudantes revelam na resolução de exercícios práticos. A prossecução da avaliação implica o desenvolvimento em aula, entrega e exposição de trabalhos práticos de aplicação de conhecimentos adquiridos, para além da realização de um relatório da experiência pré-profissional em ambiente de projeto/obra. Cada momento de avaliação é acompanhado por um enunciado que enquadra as questões e o âmbito das problemáticas a dar resposta.

Bibliografia
CABRITA, A. (1996). Regras para a elaboração de projetos. Lisboa: LNEC.
European Comission (2001). A green vitruvius: princípios e práticas de projecto para uma arquitectura sustentável. [S. l.]: AO. Cota BDC: 72 : 502 / G 83.
FARINHA, J (1969). Planificação de obras. Lisboa: Associação de Estudantes do Ensino Superior Técnico.
PORTUGAL, leis, decretos, etc (2007). Instruções para o cálculo dos honorários referentes aos projectos de obras públicas. Porto: Porto editora. Cota BDC: 351.71 / I 47.
PORTUGAL, leis, decretos, etc. (2002). Instruções para o cálculo dos honorários referentes aos projectos de obras públicas. Porto: Porto editora. Cota BDC: 349.44 / R 269 / e. 2.
SANTANA, G. (1990). Planificação e controlo de obras de construção. Mem Martins: CETOP. Cota BDC: 69 / S 223 p.