Código
A24

Unidade Curricular
Estruturas

Área Científica
TEC

Periodicidade
Semestral

Semestre
4º semestre

Horas Totais
84

Horas de Contato
60

Tipologia
Teórico-Prática

ECTS
3


Resumo
Desenvolvimento de princípios e conceitos determinantes para a definição e pré-dimensionamento de estruturas de edifícios, considerando as implicações no desenvolvimento do projeto de arquitetura em todas as suas fases. Consolidação de critérios para a seleção mais adequada do tipo de estrutura para as diferentes tipologias edificatórias, reconhecendo os principais materiais estruturais e respetivas morfologias, como o betão armado, estruturas de aço e de madeira. Estabelecimento de sínteses históricas sobre a relação entre os sistemas estruturais e a organização dos espaços.

Objetivos de Aprendizagem
Dotar o estudante de conhecimentos nos domínios da definição e pré-dimensionamento das estruturas de edifícios, das implicações das estruturas no desenvolvimento do projeto desde o estudo prévio e da escolha do tipo de estrutura mais adequada a cada edifício. Sensibilizar e alertar para a necessidade do cumprimento dos vários regulamentos e diretrizes técnicas que enquadram os projetos de estruturas. Desenvolver as necessárias competências, bem como a aquisição de conhecimentos, que permitam compreender os aspetos metodológicos e as práticas de conceção no domínio da execução e dimensionamento de estruturas; permitindo assim a análise e compreensão cabal de um projeto de estruturas. Sensibilizar o estudante para o carácter e significado da interdisciplinaridade no projeto de estruturas e suas implicações no projeto de arquitetura.

Conteúdos Programáticos
Revisão da evolução histórica dos sistemas estruturais. Análise dos materiais utilizados em estruturas de edifícios e respetiva morfologia. Fases de execução, elementos e organização de um projeto de estruturas. Ações e conceção em estruturas: classificação e regulamentação; quantificação de ações; modelação e análise estrutural. Betão armado: caracterização do material; lajes aligeiradas; lajes maciças; estruturas porticadas; fundações diretas e indiretas; pré-dimensionamento dos vários elementos estruturais. Aço: caracterização do material; estruturas porticadas; estruturas reticuladas; pré-dimensionamento dos vários elementos estruturais. Madeira: caracterização do material; pré-dimensionamento de elementos estruturais. Análise técnico-económica das diversas soluções estruturais para edifícios: medições e orçamentos.

Metodologia de Ensino
A aprendizagem assenta num quadro metodológico teórico-prático com duas componentes distintas – uma apoiada em conhecimentos consubstanciados em sessões teóricas; outra em que o ensino assenta na experimentação prática de problemáticas elencadas em projetos de arquitetura desenvolvidos na UC de Projeto. Os métodos de ensino complementam-se com visitas de estudo exploratórias a edifícios e visitas técnicas estruturadas a obras em construção. O docente é responsável pela apresentação teórica, com recurso a meios audiovisuais, dos principais eixos orientadores dos procedimentos a adotar no desenvolvimento de trabalhos práticos, no sentido de atender à diversidade de situações de natureza estruturalmente operativa. A metodologia promove uma aprendizagem progressiva, mas com orientação técnica direcionada por parte do docente, solicitando que os estudantes fundamentem a resolução dos exercícios práticos.

Método de Avaliação
O docente afere, aula a aula, o envolvimento e compromisso do estudante com a UC, verificando a progressão da aprendizagem e os níveis de aquisição de conhecimentos que os estudantes revelam na resolução de exercícios práticos. A prossecução da avaliação implica o desenvolvimento em aula e entrega de um trabalho de aplicação direta de conhecimentos adquiridos (mini-teste), para além da realização de um teste escrito individual a realizar no final do período letivo. Cada momento de avaliação é acompanhado por um enunciado que enquadra as questões e o âmbito das problemáticas a dar resposta.

Bibliografia
AGKATHIDIS, A. (2009). Modular structures in design and architecture. Amsterdam : Bis. Cota BDC: 72.01 / A 213 m.
CÓIAS, V. (2007). Reabilitação estrutural de edifícios antigos. Lisboa : GeCorpa. Cota BDC: 72.025 / C 629 r.
FERNANDES, M. C. (1995). A estrutura de suporte: construir a arquitetura um programa para a disciplina de projeto. Porto : FAUP. Cota BDC: 72.02 / F 398 e.
FERREIRA, C. A. (1972). Betão aparente em Portugal. Lisboa : A.T.I.C.. Cota BDC: 693.5 / F 439 b.
GOTZ, K. (1983). Construire en Bois. Paris : Editions du Moniteur. Cota BDC: 694 / C 775