Código
A11

Unidade Curricular
Teoria da Arquitetura

Área Científica
HUM

Periodicidade
Semestral

Semestre
2º semestre

Horas Totais
56

Horas de Contato
40

Tipologia
Teórica

ECTS
3


Resumo
Desenvolvimento do pensamento crítico sobre manifestos, conceitos e modelos relativos a âmbitos do corpus teórico da arquitetura, sua génese, transformação e principais referências. Consolidação de processos de articulação entre a Teoria da Arquitetura e outras áreas do saber, como as Artes, Filosofia e História, enquadrando abordagens cruzadas entre a Teoria e a Crítica. Prossecução de estruturas interpretativas e discursivas capazes de relacionar matrizes analíticas e seus enquadramentos instrumentais, desde o projeto à obra.

Objetivos de Aprendizagem
Conhecer os fundamentos do âmbito do saber e da cultura arquitetónica. Assimilar a arquitetura como manifestação artística inerente à construção dos espaços necessários ao abrigo da vida e das atividades humanas. Compreender as relações entre Arte e Arquitetura. Apreender o ofício e o processo de pensar e fazer arquitetura. Conhecer os princípios de composição arquitetónica. Estimular a reflexão crítica e autocrítica, suportada na leitura e escrita de textos de carácter teórico em complemento da linguagem do desenho. Adquirir ferramentas que permitam elaborar uma análise teórica e fundamentada de uma obra de arquitetura.

Conteúdos Programáticos
Ferramentas para a análise teórica de uma obra de arquitetura. A arquitetura como arte. Arte e arquitetura. A arquitetura como consequência da necessidade de construir o “abrigo” e de um pensamento artístico. Introdução às particularidades do pensamento e do trabalho artístico. As linguagens e as infraestruturas do pensamento artístico-arquitetónico. O desenho como linguagem. As linguagens verbais e o seu papel na constituição do saber teórico da arquitetura. Fundamentos da composição arquitetónica. Aspetos disciplinares elementares para a definição de um pensamento e de um discurso, sustentado, crítico e reflexivo, sobre a produção arquitetónica. Análise de obras de referência da história da arte e da arquitetura.

Metodologia de Ensino
O conhecimento é organizado a partir de tratados, manifestos, teorias e fundamentos da arquitetura, analisando obras e autores que operacionalizam a crítica estruturada, focando edifícios, projetos utópicos, experiências radicais e/ou revisionistas, comparando vanguardas, analisando momentos de transição e sintetizando mudanças de paradigmas vigentes. A metodologia geral de ensino assenta em aulas teóricas, em que o docente expõe, recorrendo a meios audiovisuais e através de sessões multimédia, teorias, correntes de pensamento e conceitos referenciais para a composição arquitetónica. Complementarmente, os estudantes examinam, individualmente e/ou em grupo, imagens e documentos bibliográficos disponibilizados pelo docente, pensando, refletindo e escrevendo sobre arquitetura, desenvolvendo processos de interpretação da informação facultada e o respetivo contributo para a sua capacidade discursiva. Os métodos concorrem para o ensino sistemático e crítico.

Método de Avaliação
O docente afere, aula a aula, o envolvimento e compromisso do estudante para com a UC, verificando a progressão da aprendizagem e os níveis de aquisição de conhecimentos que os estudantes revelam na explanação, individual ou em conjunto, de problemáticas em discussão. A prossecução da avaliação implica o desenvolvimento e entrega de um trabalho prático de investigação teórica e análise crítica, para além da realização de um teste escrito para aferição de conhecimentos. Cada momento de avaliação é acompanhado por um enunciado que enquadra as questões e o âmbito das problemáticas a dar resposta pelos estudantes. A apresentação individual de trabalhos selecionados integra os métodos de avaliação e ocorre em datas estabelecidas para o efeito.

Bibliografia
FIGUEIRA, Jorge [2005?]. Agora que está tudo a mudar: arquitectura em Portugal. Casal de Cambra : Caleidoscópio. ISBN 972-8801-70-X. Cota BDC: 72.01 / F 485 a.
FONATTI, Franco (1988). Principios elementales de la forma en arquitectura. Barcelona : Gustavo Gili. ISBN 84-252-1349-5. Cota BDC: 72.012 / F 737 p.
MONTANER, Josep Maria (2007). Arquitectura e crítica. Barcelona : Gustavo Gili. ISBN 978-84-252-2238-2. Cota BDC: 72.01 / M 764 a.
NORBERG-SCHULZ, Christian (1971). Existence, space & architecture. London : Studio vista. ISBN 0 289 70022 1. Cota BDC: 72.012 / N 751 e.
ZEVI, Bruno [19–?]. Saber ver a arquitectura. Lisboa : Arcádia. Cota BDC: 72.01 / Z 61 s.