Código
A08

Unidade Curricular
Desenho II

Área Científica
DPA

Periodicidade
Semestral

Semestre
2º semestre

Horas Totais
112

Horas de Contato
60

Tipologia
Teórico-Prática

ECTS
4


Resumo
Desenvolvimento do domínio gráfico do desenho, consolidando a sua expressão plástica e de comunicação/representação a partir de mecanismos de perceção da realidade, registando-a graficamente e decompondo-a crítica e visualmente. A leitura, interpretação e síntese de composições visuais – que articulem objeto, corpo e espaço – enquadram o sentido operativo do desenho enquanto ferramenta de suporte à atividade do arquiteto, assente na experimentação combinatória de suportes, instrumentos e técnicas de desenho.

Objetivos de Aprendizagem
Reconhecer códigos de desenho e ensaiar a representação de realidades e contextos, a partir de matrizes gráficas complementares de crescente complexidade. Explorar materialidades, luminosidades, superfícies e estruturas, ora de forma autónoma, ou conjuntamente, perspetivando a consolidação de quadro de referências físicas, ambientais e espaciais que possam convergir no exercício do desenho de forma integrada. Saber ver sólidos geométricos/objetos, registando composições simples e complexas, em que se explore a correlação entre figura-fundo, figura-figura, fundo-fundo, centralidade/axialidade e contentor/contido. Desenvolver a expressão do desenho de figura humana e de conjuntos de indivíduos, entendendo o posicionamento relativo entre figuras e respetiva representação perspética, a partir de regras da perceção visual. Conjugar no desenho sólidos geométricos/ objetos com figura humana e sua correlação espacial.

Conteúdos Programáticos
O desenho linear, o desenho de mancha, o desenho do negativo. O claro/escuro, o cheio/vazio, o dentro/fora, a massa/estrutura. Os sólidos platónicos, prismas e pirâmides, outros volumes geométricos. Elementos orgânicos, vegetais, compostos e de outra natureza. O panejamento, o torso, a torção e a revolução das formas. Processos de transformação da forma: rotação, translação, rebatimento. A figura humana, individual e coletiva, autónoma e no espaço. O movimento corpóreo. Sequências rítmicas e locomoção humana. Composições de sólidos e objetos com figura humana. O espaço contentor da atividade humana e sua relação com os objetos.

Metodologia de Ensino
A aprendizagem organiza-se a partir de lógicas que promovem a relação próxima entre o docente e os estudantes no que se refere ao acompanhamento dos respetivos percursos formativos no âmbito da UC. As metodologias gerais de ensino assentam na experimentação instrumental de técnicas de desenho em aulas práticas, nas quais se ensaiam procedimentos de registo e conceptualização gráfica. Complementarmente realizam-se sessões teóricas sobre problemáticas do desenho, em que através de comunicações que o docente ministra os estudantes adquirem conhecimentos para fundamentação dos seus processos de desenho. O ensino é preparado de modo a que os estudantes desenvolvam uma perspetiva crítica sobre o trabalho que vão concretizando, ocorrendo apresentações individuais dos estudantes à turma, analisando e comentando desenhos selecionados para o efeito. Os métodos partem do geral para o particular, do intuitivo para o racional, do exploratório para o estruturado, com níveis de gradação crescente – do mais simples para o mais complexo.

Método de Avaliação
O método de avaliação é contínuo, em que o docente afere, aula a aula, o envolvimento e compromisso do estudante para com a UC, verificando a progressão da aprendizagem – podendo registar, sessão a sessão, os níveis de aquisição de conhecimentos que os estudantes vão revelando no aprofundamento dos seus desenhos. Os exercícios a realizar ao longo do semestre são avaliados em três momentos previamente definidos e devidamente acompanhados por enunciado, que enquadra o âmbito e as problemáticas a dar resposta pelos estudantes. Os momentos de avaliação contemplam a entrega, por parte dos estudantes, de uma síntese dos exercícios práticos elaborados correspondentes aos conteúdos previstos. A apresentação individual de trabalhos selecionados integra os métodos de avaliação e ocorre em datas estabelecidas para o efeito.

Bibliografia
DANIELS, Alfred (1982). Como pintar & desenhar paisagens. São Paulo : Círculo do livro : Livros Abril. Cota BDC: 75.04 / D 189 c.
DRATE, Spencer ; SALAVETZ, Judith (2010). VFX artistry : a visual tour of how the studios create their magic. Amsterdam : Elsevier : Focal press. ISBN 978-0-240-81162-8. Cota BDC: 791 / D 814 v.
GALHANO, Fernando (1985). Desenho etnográfico de Fernando Galhano. Lisboa : Instituto Nacional de Investigação Científica : Instituto de Investigação Cientifíca Tropical. Cota BDC: 741 : 39 / G 155 d / V. 1 e 741 : 39 / G 155 d / V. 2.
HUGHES, Alan (2008). Interior design drawing. Ramsbury : Crowood. ISBN 978-1-84797-016-9. Cota BDC: 744 / H 888 i.
MARSHALL, Samuel (1982) Como pintar & desenhar pessoas. São Paulo : Círculo do livro : Livros Abril. Cota BDC: 743 / M 328 c.