Código
A01

Unidade Curricular
Projecto – Análise

Área Científica
DPA

Periodicidade
Semestral

Semestre
1º semestre

Horas Totais
364

Horas de Contato
160

Tipologia
Teórico-Prática

ECTS
13


Resumo
Desenvolvimento do projeto assente na análise de modelos e levantamento de tipologias tradicionais, vernáculas, observando e compreendendo contextos naturais e/ou construídos existentes, de modo a identificar analogias, referências e matérias estruturantes para o processo de conceptualização arquitetónica. Consolidação do saber operativo, apreendendo e experimentando instrumentos de pesquisa e metodologias de abordagem ao projeto e sua articulação com a envolvente.

Objetivos de Aprendizagem
Desenvolver a capacidade de análise e interpretação do objeto arquitetónico e seu contexto geral. Analisar a relação entre o objeto arquitetónico e o suporte físico e cultural. Experimentar metodologias de recolha de informação e pesquisa bibliográfica. Identificar, selecionar e sistematizar o registo de elementos significativos para o desenvolvimento do projeto. Reconhecer e ensaiar convenções de representação técnica. Conceber e formalizar um processo de projeto de forma estruturada. Incrementar no discente a capacidade criativa, a expressão, representação e comunicação de elementos arquitetónicos. Organização do discurso argumentativo focado na exposição da proposta e sua relação com as referências estudadas. Formalizar estratégias de comunicação adaptadas à matriz conceptual do projeto.

Conteúdos Programáticos
Representação técnica e expressão: especificidades arquitetónicas: registo/interpretação/conceção; âmbito, métodos, elementos, instrumentos e ferramentas; escalas, suporte, organização e gestão de informação; representação arquitetónica bidimensional e tridimensional. Componente analítica: análise territorial, morfológica e material; análise histórico-cultural e socioeconómica; levantamento: recolha, registo e comunicação. Elementos de composição morfológica: elementos arquitetónicos: sólido/vazio e continente/conteúdo; princípios de ordem: continuidade/rutura, limite/transição e objeto/conjunto. Integração e domínio de elementos variáveis: naturais; artificiais. Linguagem, forma e significado: identidade formal e expressão arquitetónica; conotação semântica; enquadramento conceptual. Processo de projeto: estruturação metodológica; formalização do processo; síntese comunicativa; reflexão critica.

Metodologia de Ensino
A unidade curricular assume o formato de atelier (laboratório de arquitetura) de forma a desenvolver dois exercícios de levantamento de campo, um exercício de análise arquitetónica e um exercício de introdução ao projeto arquitetónico. Os exercícios são desenvolvidos sob orientação do docente, de forma a cumprir e potenciar o domínio das ferramentas de representação (levantamento de campo), os meios de registo e interpretação (análise arquitetónica) e consumar através da estruturação metodológica faseada, uma proposta válida de abordagem ao projeto arquitetónico (introdução ao exercício de projeto). Os exercícios propostos são complementados com os conteúdos estipulados, através de comunicação em suporte multimédia e de documentos disponibilizados em plataforma digital.

Método de Avaliação
O exercício é avaliado em três momentos definidos, aos quais correspondem outras tantas fases de desenvolvimento das propostas de projeto concretizadas pelos estudantes. O método de avaliação é contínuo, em que o docente afere, aula a aula, o envolvimento e compromisso do estudante para com a UC, verificando a progressão da aprendizagem – podendo registar, sessão a sessão, os níveis de aquisição de conhecimentos que os estudantes vão revelando no aprofundamento dos seus projetos. Os três momentos de avaliação referidos contemplam a entrega e apresentação individual dos elementos, escalas e informação produzidas pelos estudantes para o efeito. Cada momento de avaliação é acompanhado por um enunciado que enquadra o âmbito e as problemáticas a dar resposta pelos estudantes para a respetiva etapa do exercício.

Bibliografia
FONATTI, F. (1988). Principios elementales de la forma en arquitectura. Barcelona: Gustavo Gili. Cota BDC: 72.012 / F 737 p.
NORBERG-SCHULZ, C. (1971). Existence, space & architecture. London: Studio vista. Cota BDC: 72.012 / N 751 e.
RICHARDSON, P. (2001). Xs: grandes ideas para pequeños edificios. Barcelona: Gustavo Gili. Cota BDC: 72 / R 389 x.
UNWIN, S. (2003). Análisis de la arquitectura. Barcelona: Gustavo Gili. Cota BDC: 744 / U 55 a.w